Memória

 

Patrimônio Histórico

Conservação Documental

Responsável pela preservação de documentos relevantes para a história do Judiciário fluminense, o Serviço de Acervo Textual, Audiovisual e de Pesquisas Históricas (SEATA) tem sob sua guarda, entre outros, autos processuais, livros de registros, áudios e vídeos de sessões, eventos e entrevistas de personalidades. Por meio de programas de conservação, organização, descrição, assistência e atendimento ao pesquisador, são desenvolvidas atividades de prevenção e restauração do acervo textual e audiovisual, visando a sua preservação e o acesso à informação.

 

Conservação Museológica

Responsável pela preservação das instalações dos Antigo Palácio da Justiça-Rio e Niterói, o Serviço de Acervo Museológico e Iconográfico - SEAMI, mantém em sua reserva técnica, um acervo rico em mobiliário, peças tridimensionais e iconográficas que contam a história da instituição. Através do mapeamento dos objetos de valor histórico, artístico e cultural, alocados em todas as unidades organizacionais do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro, criamos recursos para pesquisas e a conservação do nosso patrimônio.

 

Exposições Temporárias

Sobre temas relevantes da história do Poder Judiciário, além de outros assuntos que explorem aspectos importantes para a reflexão sobre os desafios da sociedade contemporânea.

 

Acervos Conectados

A oficina consiste na apresentação dos acervos do CCMJ - figurinos, textual, audiovisual, tridimensional e iconográfico. Conduzida por arquivistas, educadores, historiadores e museólogos, a oficina apresenta no primeiro momento o acervo de figurinos que reúne indumentárias dos espetáculos do “Teatro na Justiça” (1999-2018) e do programa de visita teatralizada “Por dentro do Palácio” (2001 a 2017), com alguns conjuntos assinados por relevantes figurinistas do cenário teatral; em seguida, o visitante tem a chance de conhecer as atividades de conservação, organização e acesso aos bens históricos do Judiciário fluminense.

 

Visitas

Escolas de ensino médio, faculdades e outros grupos podem agendar visitas na secretaria do CCMJ-Rio, por telefone ou por e-mail.