Agenda Abril

Por Programa

APJ-RJ

EXPOSIÇÃO

Mulheres, a hora e a voz – Direitos, conquistas e desafios

“Que a gente traga nossas memórias não como saudosismo, mas para a construção de agendas para o futuro. ” (Jacqueline Pitanguy)

Para celebrar a efeméride do aniversário de 30 anos da Constituição Federal e homenagear as mulheres brasileiras que participaram ativamente no processo constituinte, o CCMJ apresenta a exposição MULHERES, A HORA E A VOZ. A mostra é conduzida pelas vozes de quatro mulheres que estiveram à frente da campanha “Mulher e Constituinte”, liderada pelo Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM): Comba Marques Porto, Jacqueline Pitanguy, Leila Linhares e Schuma Schumaher. O visitante poderá apreciar fotos históricas de diversos acervos públicos e particulares, vídeos de campanhas e de imagens da época. Interativa, a mostra conta com um enorme painel, onde o público poderá fazer selfies e, assim, integrar uma passeata do movimento feminista. Pequenas faixas com lemas de campanhas como “Quem ama não mata” também estão disponíveis para fotos. Uma linha do tempo pontua marcos mundiais e brasileiros do feminismo, como o início do Movimento Sufragista, em 1948, nos Estados Unidos, e curiosidades, como o ano de 1922, no qual foi garantido o ingresso de mulheres ao colégio Pedro II no Rio de Janeiro.

Entrada franca / Visitação: até 31 de maio

De segunda a sexta-feira, das 11h às 19h e sábado, das 14h às 18h -

Agendamento de grupos no Educativo CCMJ-Rio, por telefone 3133-2721/ e-mail ccmj.educativo@tjrj.jus.br

Mediações Especiais à Exposição [1h30min]

Oportunidade ímpar para os visitantes conhecerem a exposição a partir das histórias e memórias das feministas homenageadas:

10/04, 18h30 – “O feminismo é a politização do feminino.” [Schuma Schumaher]

17/04, 18h30 – “Mulheres de todos os países, uni-vos contra a violência” [Leila Linhares]

24/04, 18h30 – “Diferentes, mas não desiguais” [Comba Marques Porto]

Quartas-feiras, às 18h30 -/ Entrada franca / Aberta ao público

Agendamento de grupos no Educativo CCMJ-Rio, por telefone 3133-2721/ e-mail ccmj.educativo@tjrj.jus.br

DA PEDRA AO PALÁCIO

Um percurso interativo ao encontro da Justiça - [Duração: 1h20min]

Conduzida por arte-educadores, a visita apresenta à população – de forma lúdica, dinâmica e interativa – a arquitetura, a história e as funções do Antigo Palácio da Justiça do Rio de Janeiro. De espaço em espaço, a pedra é esculpida em jogos com os visitantes estimulando a reflexão sobre o significado da Justiça e da sua importância na vida em sociedade. No percurso aos diversos salões e tribunais históricos os visitantes têm a chance de participar de um julgamento teatralizado no Salão Histórico do I Tribunal do Júri e conhecer como se dá o funcionamento de um júri.

Recomendada para turmas de ensino médio, faculdades e outros grupos.

A partir de 12 anos. / Número de visitantes: 40 pessoas.

Entrada franca / Agendamento de grupos no Educativo CCMJ-Rio, por telefone 3133-2721 ou e-mail ccmj.educativo@tjrj.jus.br

PROJETOS PARCEIROS

Casa da Família - [Duração: 1h]

O CCMJ acolhe em sua Agenda Cultural o Projeto Institucional do Tribunal de Justiça A CASA DA FAMÍLIA. Em consonância com a Política Judiciária Nacional de tratamento dos conflitos de interesses, para assegurar a todos o direito à solução dos conflitos por meios adequados à sua natureza e peculiaridade, o projeto apresentará na Sala Multiuso, em períodos diversificados durante o ano, peça sobre experiências familiares. SINOPSE: três famílias buscam o Judiciário para solucionar seus conflitos – No primeiro caso, uma família está em conflito pela guarda da filha, que foi gestada por uma parceira, com o óvulo da outra. Na segunda família, um casal tem sua filha envolvida com drogas; no terceiro caso uma mãe idosa busca na Justiça a atenção de seus filhos. Roteiro de Cristina Biscaia, com colaboração do Juiz de Direito André Tredinnick. Direção de Silvia Carvalho. Iluminação de Diogo Borges. Trilha sonora de Edom de Oliveira, com participação do músico Leandro Corin.

11, 12 e 13, quinta a sábado, às 19h

Entrada franca / Senhas distribuídas às 18h30min

Curso Livre - Fazendo ARTE

O CCMJ, Museu da Justiça – Centro Cultural do Poder Judiciário, em parceria com a ABATERJ, irá oferecer o curso livre de pintura ”FAZENDO ARTE”, sob a orientação da artista plástica, Isabela Francisco. O público alvo está situado entre Magistrados, Serventuários, Colaboradores e respectivos familiares, e demais pessoas interessadas.

 

Turmas:

Turma 1: Terças-feiras, início em 16/04.
Turma 2: Quintas-feiras, início em 25/04.
Sempre das 8:45 às 10:45, máximo 20 alunos por turma.

 

As inscrições deverão ser feitas diretamente pelo site: https://abaterj.com.br/fazendoarte
As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de inscrição.
O curso será gratuito, entretanto, o material necessário deve ser providenciado pelos participantes:
•Tela, em tamanho a ser escolhida pelo participante.
•Tintas acrílicas de cores variadas à escolha dos participantes.
•Trinchas e pincéis de tamanhos variados.
•Potes ou copos de plástico ou vidro para misturar tintas e limpezas dos pincéis.
•Panos para limpeza dos pincéis.

 

Atenção: curso não registrado para pontuação como atividade de capacitação da ESAJ.

 

Informações: CCMJ | 3133-3548 | e-mail: ccmj@.tjrj.jus.br e ABATERJ | 3133-4010 / 3133-4051
Curso gratuito | APJ-Rio, Rua Dom Manuel, 29, 1º Andar – Sala 118

Por Programa

APJ-Niterói

DA RESISTÊNCIA À LIBERDADE

Mostra de Documentos Judiciais

Transcorridos 130 anos da Abolição da Escravatura no Brasil, a mostra apresenta documentos judiciais – ações civis de liberdade, autos processuais de crimes e insurreições praticadas por escravos – e propõe uma reflexão acerca do papel exercido pelo escravo na luta pela superação deste capítulo da nossa história.

Entrada franca / Agendamento de grupos no SEAMI, por telefone 3133-3418/3133-2975 ou e-mail ccmj.seami@tjrj.jus.br