Nelson Ribeiro Alves (1973-1975)

 

Nasceu em 11 de dezembro de 1911, na cidade do Rio de Janeiro. Em 20 de novembro de 1945, ingressou na magistratura do Distrito Federal, no cargo de juiz substituto. Foi promovido, por antiguidade, a juiz de direito da 18ª Vara Criminal em 1947, sendo transferido sucessivamente para a 6ª Vara Cível (1951) e a 2ª Vara da Fazenda Pública (1958). Com a transferência da Capital da República para Brasília, passou a integrar o Judiciário do estado da Guanabara, onde foi promovido, no dia 28 de setembro de 1962, a desembargador do Tribunal de Justiça. Em 22 de dezembro de 1972, foi eleito presidente do referido Tribunal para o biênio 1973-1974, cujo mandato veio a ser prorrogado até 15 de março de 1975. Nesta data, ocorreu a fusão dos antigos estados do Rio de Janeiro e da Guanabara e a extinção dos respectivos Tribunais de Justiça, sendo posto em disponibilidade e imediatamente provido no cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do atual estado do Rio de Janeiro, mediante aproveitamento. Dedicou-se também ao magistério, e foi presidente da Associação dos Magistrados do Estado da Guanabara (1970-1971) e da Associação dos Magistrados Brasileiros (1974-1975). Faleceu em 30 de junho de 1975, na cidade Rio de Janeiro, onde foi posteriormente homenageado com a atribuição de seu nome a logradouro.

Imagem: Acervo CCMJ

 

Para mais informações, entre em contato com o Serviço de Acervo Textual, Audiovisual e de Pesquisas Históricas (SEATA).