José Murta Ribeiro (1969-1970)

 

Nasceu em 23 de fevereiro de 1909, na cidade baiana de Alagoinhas. No estado de São Paulo, foi promotor público nas comarcas de Garça (1936), Santa Adélia (1939) e Monte Alto (1939). Ingressou na magistratura do Distrito Federal, em 18 de agosto de 1941, no cargo de juiz substituto. Em 1946, foi promovido a juiz de direito da 18ª Vara Criminal, sendo removido para a 1ª Vara de Família, no ano seguinte, e transferido para a 4ª Vara de Órfãos e Sucessões em 1955. Ascendeu a desembargador do Tribunal de Justiça do Distrito Federal em 26 de janeiro de 1959. Com a transferência da Capital da República para Brasília, passou a integrar o Tribunal de Justiça do Estado da Guanabara, do qual foi eleito presidente, em 26 de dezembro de 1968, para o biênio 1969-1970. Em decorrência da fusão dos antigos estados do Rio de Janeiro e Guanabara, no dia 15 de março de 1975, e a extinção dos respectivos Tribunais de Justiça, foi posto em disponibilidade. Em 11 de julho de 1975, foi provido, mediante aproveitamento, no cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do atual estado do Rio de Janeiro, onde se aposentou em 1978. Lecionou na Sociedade Universitária Gama Filho, da qual foi reitor. Faleceu em 30 de dezembro de 1995, sendo homenageado, em 2002, com a atribuição de seu nome ao Fórum Regional de Jacarepaguá, na Comarca da Capital, e, em 2009, um busto de bronze no antigo Palácio da Justiça da Rua Dom Manuel.

Imagem: Acervo CCMJ

 

Para mais informações, entre em contato com o Serviço de Acervo Textual, Audiovisual e de Pesquisas Históricas (SEATA).