Nunca Me Calarei

 

“Nunca me calarei”, do artista Márcio Freitas, é uma mostra fotográfica de rostos de mulheres brasileiras que sofreram alguma forma de assédio, tentativa ou abuso sexual. As fotos expõem nos olhares de cada uma das vítimas, dor, medo, mágoa e raiva, dando voz a quem durante muito tempo se manteve calada, devido a bloqueios sociais ou emocionais. O projeto nasceu da vontade do fotógrafo carioca captar, além da dor física, as marcas deixadas na alma e refletidas nos olhos de cada vítima desse tipo de violência. E é um convite a outras mulheres para que não se calem diante de qualquer forma de violência.
O número de fotos do projeto original, de 130 fotos, não foi escolhido pelo fotógrafo aleatoriamente, pelo contrário, representava a estatística, à época, oficial de abusos sexuais cometidos contra mulheres diariamente no Brasil. A exposição já esteve no MASP, em São Paulo; na Praia de Copacabana, no Rio; na Câmara Legislativa do DF, em diversos fóruns do TJDFT, dentre outros espaços.
A mostra fotográfica, que ocupará todo o Salão dos Passos Perdidos do CCMJ, localizado no 2º andar do Antigo Palácio da Justiça do Rio de Janeiro, poderá ser visitada de 19 de agosto a 31 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 11h às 19h, e aos sábados, das 13h às 17h.

Serviço
Exposição “Nunca me calarei”
19 de agosto a 31 de outubro de 2019
11h às 19h (segunda a sexta-feira) | 13h às 17h (sábados)
Salão dos Passos Perdidos – Antigo Palácio da Justiça
Rua Dom Manuel, 29, 2º andar – Centro, Rio de Janeiro/RJ
Telefones: 55 21 3133-3368 / 3133-3366
Entrada Franca
Realização: Museu da Justiça – Centro Cultural do Poder Judiciário - CCMJ.