Exposições

As exposições promovidas pelo Museu da Justiça – Centro Cultural do Poder Judiciário são concebidas a partir das pesquisas desenvolvidas e do acervo sob sua guarda, ou por artistas diversos, e têm por objetivo estimular a reflexão acerca de temas relacionados a justiça, direitos, cidadania e desafios a sociedade contemporânea.

 

Mostra de Documentos Judiciais - O Homicídio de Euclides da Cunha
A mostra, que relembra os 110 anos da morte do escritor, inclui painéis com textos e imagens e foi montada a partir dos originais dos processos de seu assassinato e de seu inventário, os quais também integram a exposição. Os processos, restaurados e digitalizados pela equipe do CCMJ, podem ser consultados no terminal instalado no local ou no portal do CCMJ, via internet.
Clique aqui para saber mais.

Nunca Me Calarei
“Nunca me Calarei”, com painéis do artista Marcio Freitas, apresenta rostos de mulheres de todas as partes do Brasil que sofreram algum tipo de assédio, tentativa ou abuso sexual. A exposição ficará no Saguão de entrada do Antigo Palácio da Justiça de Niterói, de 4 de novembro de 2019 a 31 de março de 2020, e o público poderá visitá-la de segunda a sexta, das 11h às 17h.
Clique aqui para saber mais.