Café, Riqueza e Escravidão: A insurreição de Manoel Congo

 

Apresentação CCMJ

Anualmente, no dia 20 de novembro, é celebrado o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, em homenagem ao líder negro Zumbi dos Palmares.

Em um Brasil de dimensões continentais, houve outros movimentos de insurreição, e dentre eles, a “Insurreição de Manoel Congo”, ocorrida no Vale do Paraíba e narrada nessa exposição através de pesquisa realizada nos processos judiciais do acervo do CCMJ.

No mês da Consciência Negra, o CCMJ promove a presente exposição para contribuir na reflexão sobre racismo, liberdade, igualdade e justiça social, bem como, ressaltar a importância de uma educação antirracista.

A insurreição

O ano é o de 1838. Uma rebelião de negros escravizados irrompe na então freguesia de Paty do Alferes, que integrava o termo da vila de Vassouras. A rebelião toma grandes proporções, levando pavor à população e gerando grande repercussão na Corte imperial. Centenas de trabalhadores cativos aderem ao movimento e fogem das fazendas de café em busca de liberdade.

As forças de repressão são imediatamente acionadas pela aristocracia local, que não podia prescindir da força de trabalho responsável pelos vultosos lucros e posições de prestígio no cenário político nacional.

Com o auxílio das fontes históricas do Poder Judiciário, o CCMJ rememora este episódio, cujo desenrolar nos convida a uma séria reflexão que une passado e presente, e acena de forma inequívoca para o futuro que pretendemos construir.

Clique na imagem abaixo para visitar a mostra virtual. Os processos relacionados ao tema podem ser acessados diretamente da exposição, basta clicar nos links indicados.

 

Clique aqui para acessar

 

 

Clique aqui para acessar as referências usadas na elaboração da mostra.

 

Nesta página você pode acessar o terminal de consultas e pesquisar por outros processos da época da escravidão que estão em nosso acervo.

 

Serviço
CCMJ | Expo | Mês da Consciência Negra
Mostra de Documentos Judiciais
Café, Riqueza e Escravidão: A insurreição de Manoel Congo
A partir de 1 de novembro de 2020
Para informações sobre consultas ao acervo acesse a página Acervo
Realização: Museu da Justiça - Centro Cultural do Poder Judiciário - CCMJ